OS ILIBADOS JULGADORES E O INSISTENTE DISCURSO MANIPULADOR!

Atualizado: 18 de ago. de 2020


Desde o início da pandemia parece que estamos em um loop temporal, você liga o noticiário e as informações que se tem são: COVID-19, declarações polêmicas do presidente, número de mortos, etc.


No dia seguinte, o que mudam são apenas os números, as notícias são exatamente as mesmas! Fora a rotina deprimente, o brasileiro enfrenta restrições; tem que cumprir horário até para fazer compras no supermercado, além de ouvir aquele velho discurso hipnótico de ficar em casa. Desde o início alerta-se das consequências que a campanha "fique em casa" pode trazer.


Aqui está uma das fontes:


<a href = https://exame.com/ciencia/lockdown-e-perda-de-tempo-e-pode-matar-mais-diz-cientista-de-stanford/ a>


Obviamente o vírus não deve de nenhuma maneira ser ignorado, no entanto, medidas de restrições não têm demonstrado solução, por exemplo:


1.Restrição de horário de mercado contribuiu para aglomeração nos estabelecimentos.


2.Sem o controle de quantidade de pessoas restringindo apenas o horário no comércio não evita aglomerações.


Não existi comprovação científica quanto eficácia do lockdown, e os resultados não são promissores, veja algumas notícias acerca deste assunto:


<a href = https://www.poder360.com.br/coronavirus/66-dos-hospitalizados-em-nova-york-estavam-confinados-diz-andrew-cuomo/ a>


<a href= https://www.osul.com.br/acredite-em-nova-york-84-dos-infectados-estavam-confinados-em-casa/ a>



O distanciamento social por outro lado tem demonstrado bons resultados, ou pelo menos é lógico e não há como refutar, no entanto, é mais fácil bater na tecla "fique em casa".

Temos especialistas para todos os gostos, mas não dá para ignorar dados.


Há indivíduos preocupados com aquele que está fazendo reuniões, festinhas, alguns deles não estão cumprindo com seriedade o que pregam, mas já estão sentenciando todos como cúmplices do vírus e inimigos da vida. A melhor solução é deixar a vida do próximo seguir, caso você ache que seu vizinho, seu amigo, está aglomerando, não frequente a casa dele; chamar as autoridades para acabar com o "churrasquinho" não vai impedir que ele descumpra as medidas protetivas, no texto abaixo já me posicionei quanto as liberdades restringidas:


<a href = https://opinativopolitico.wixsite.com/opinativopolitico/post/focinheira-se-quiser-passear a>

O loop temporal e a repetição do discurso parece dar força a uma frase famosa da Alemanha nazista "Uma mentira contada mil vezes, torna-se uma verdade." de autoria de um personagem bizarro da história, que ganhou holofotes este ano no Brasil, ele mesmo, Joseph Goebbels.


Por fim, antes de apontar os dedos julgadores aos vizinhos e amigos, os acusando de cúmplices do vírus e genocidas é bom olhar para a própria vida e verificar se está sendo fiel ao protocolo pregado. É possível mudar muito começando por você.



96 visualizações0 comentário