COMO SE TORNAR O PIOR ALUNO DA ESCOLA, CRIME, CENSURA OU PIADA RUIM?


Obs: Assista primeiro o filme para depois tirar as próprias conclusões.


O filme "Como se tornar o pior aluno da escola" baseado na obra de Danilo Gentili, causou um alvoroço nesta última semana por conta do conteúdo que supostamente faz apologia a pedofilia.


Confesso que, quando vi as primeiras postagens e os protagonistas da polêmica logo imaginei tratar-se realmente de uma coisa absurda e fiz um pré julgamento, mas logo me recordei que vi o filme e não me lembrava de tamanho absurdo.


Quando fui reanalisar o filme e a cena, vi que tratar-se de humor negro e passível de críticas e até mesmo mudar a classificação de idade por conta do conteúdo, mas classificar como crime ou banir, talvez seja uma atitude um pouco demasiada.


Vamos expor três pontos dessa polêmica:


1- Para começar na história o diretor é o vilão do filme e a atitude dele perante aos adolescentes não é endossada e sim repudiada, ou seja, não há apologia e sim repúdio.


2- Se formos dar atenção a todas as atitudes cruéis que vemos em filmes e séries estaríamos incorrendo um problema seríssimo de censurar tudo aquilo que não gostamos de ver ou interpretamos errado.


3- Em ano de eleição todo candidato quer aparecer custe o que custar.


O filme pode ser de mal gosto, pode ser passível de crítica, classificado erroneamente, no entanto, cabe a cada um decidir assistir ou não, se tomarmos a atitude de censurar conforme interpretação de um grupo de pessoas abriremos um precedente perigoso para censurar outras obras a merce de interpretações de terceiros, é um caminho perigoso, uma atitude geralmente tomada por grupos de ideologias canhotas e não por conservadores de direita.


Não existe apologia a pedofilia no filme, o que existe é um cancelamento, lacração, falta de caráter, atitudes geralmente protagonizadas pela esquerda e agora por um grupo de políticos que querem permanecer na mídia.


É necessário deixar clarerar que, não apoio qualquer um dos artistas ou estou aplaudindo-os por algum feito maravilhoso, estou defendendo a liberdade e demonstrando os fatos e é fato que não existe apologia a pedofilia no filme.





42 visualizações0 comentário