top of page

Vereador Expõe Caos na Gestão; Problema Específico Chama Atenção: Confira



Palmas, TO – Em um discurso inflamado, o vereador Rogério Freitas levantou uma série de críticas à administração da prefeita Cíntia Ribeiro, com destaque para os problemas no transporte público e outros serviços essenciais da cidade.



"É um Saque ao Erário do Nosso Município"


O vereador acusou a gestão atual de ser um verdadeiro "saque ao erário" do município, destacando a falta de investimentos em áreas cruciais. "Nós temos muita dificuldade nas UPAs. O desabastecimento proposto pelo governo Cíntia Ribeiro, das farmácias, das unidades básicas de saúde da comunidade das UPAs, é gritante", declarou Freitas. Ele ressaltou o trabalho da nona promotoria, que tem atuado fortemente para coibir essas falhas, inclusive com o bloqueio de 500 mil reais das contas da prefeitura por inércia e desídia da prefeita.


Problemas no Transporte Público e Infraestrutura


O vereador criticou a prefeita por sua falta de presença nas áreas mais necessitadas de Palmas.


"A prefeita Cíntia Ribeiro acha que a cidade se resume à Avenida JK e à Avenida Teotônio Segurado. Ela vive dentro de uma bolha, onde acha que o bico do sapato estando bem ilustrado é suficiente para que os palmenses se sintam atendidos e contemplados por uma gestão", disparou Freitas.


Ele destacou os problemas enfrentados pelos moradores dos Aurenys, Jardim da Taquari e outras regiões, mencionando a precariedade do asfalto e a ineficácia das obras realizadas. "Tente transitar com seu carrão de luxo nas ruas do Aureni 4. Tente transitar no asfalto que a sua gestão fez no Jardim da Taquari. Obra de asfalto tem que dar garantia de 5 anos. Enfatizou ainda a falta de manutenção das obras financiadas pelo CAF.


Caso que merece atenção


Na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Palmas, na última terça-feira, o vereador Rogério de Freitas (PSD) criticou a administração da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) pelo suposto desvio de R$ 5 milhões das vendas de passagens de transporte público. Freitas afirmou que a Agência de Transporte Coletivo de Palmas arrecadou R$ 22,5 milhões nos primeiros seis meses após assumir a gestão, mas apenas parte desse valor foi depositada. Ele acusou a prefeita de atrasar os depósitos e mencionou que levará a denúncia ao Ministério Público. Freitas também destacou que os custos do transporte aumentaram de R$ 30 milhões para R$ 67 milhões, com uma previsão de superar R$ 100 milhões este ano.


Nova denúncia


O vereador Rogério Freitas explicou que, em 2023, entrou na justiça para acessar o sistema de bilhetagem de Palmas. Após fiscalização, descobriu que a Prefeitura arrecadou mais de R$ 22,5 milhões em espécie com a venda de passagens entre os 30/01/2023 e 31/01/2024. Ele cobrou os comprovantes de depósito, mas enfrentou dificuldades devido a duplicidades enviadas pelo presidente da Agência de Transporte Coletivo de Palmas (ATCP). Após análise, Freitas concluiu que, além dos R$ 3,5 milhões cobrados indevidamente durante os decretos de catraca livre, faltava um milhão de reais em espécie sem comprovantes. Ele oficializou a denúncia ao Ministério Público, afirmando que a prefeita Cinthia Ribeiro terá que explicar o caso na Justiça.


Quanto a temática há diversas matérias do mesmo assunto, no qual o vereador enfatiza o ocorrido.


Falta de Investimentos nos Serviços Essenciais



Freitas criticou ainda a alta carga tributária e a destinação dos recursos arrecadados. Segundo ele, os tributos pagos pelos cidadãos não estão sendo revertidos em serviços essenciais. "O governo Cíntia Ribeiro, em síntese, tem a apresentar para os palmenses uma carga tributária extenuante e um discurso que diz que a cidade está bem financeiramente. Porém, o dinheiro dos tributos não vai para os serviços essenciais, mas sim para o apartamento do Edmilson das Virgens", denunciou.



Ele questionou a gestão dos recursos públicos e a falta de transparência sobre o destino das verbas arrecadadas, sugerindo que elas não estão sendo aplicadas de forma a beneficiar a população.



As críticas de Rogério Freitas refletem um descontentamento crescente com a administração de Cíntia Ribeiro, especialmente em relação ao transporte público e à infraestrutura da cidade. As denúncias levantadas pelo vereador apontam para uma necessidade urgente de maior transparência e eficiência na gestão dos recursos municipais, visando melhorar a qualidade de vida dos palmenses.



A prefeitura ainda não se pronunciou sobre as acusações feitas pelo vereador. A comunidade aguarda respostas e ações concretas para resolver os problemas apontados.

212 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page