PRIMEIRO OS NÚMEROS DEPOIS A VIDA


A falta de Unidades de Terapias Intensivas é uma triste realidade no Brasil, sim as famosas UTI’s que estão sendo centro das atenções ultimamente, você sabia que antes da pandemia já não existiam leitos de UTI? Sabia né! Mas mesmo assim prefere ignorar e partir para o discurso fácil "não teremos UTI para todos os infectados", espera um pouco, afinal quando tivemos leitos de UTI suficientes? De acordo com o Conselho Federal de Medicina em 2018 menos de 10% do municípios brasileiros possuíam leitos de UTI, bem antes da existência da pandemia COVID-19, confira:

<a href = https://portal.cfm.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=27828:2018-09-04-19-31-41&catid=3 a>



O Brasil já estava em déficit nessa área há anos, não tínhamos estrutura para este evento (pandemia).

Hoje no mundo parece que ninguém mais morre de outra coisa senão do vírus pandêmico, e nem ouse mesmo ser acometido por outra enfermidade, lembra dos leitos de UTI? Eles foram ampliados em alguns lugares em outros reservados, mas só para quem tiver infectado pelo vírus. Não entendeu? Então preste bastante atenção:


Suponhamos que um parente próximo, seu filho(a) por exemplo ou sua mãe sofreu um acidente, e precise urgente de um leito, caso não tenha leito de UTI e o leito sobrando seja reservado para COVID-19, o Estado terá apenas uma resposta para você caro leitor: lamento não há leito de UTI para o paciente.


Não pense que você que não é usuário do SUS estará livre deste problema, o Estado em alguns casos usando da excepcionalidade da atual situação e resguardado pela constituição federal, requisitou alguns leitos de UTI em unidades hospitalares particulares.


Esse tipo de planejamento e prevenção mesmo sem intenção acaba deixando uma macabra mensagem; que a vida do infectado parece ser mais valiosa que a do acidentado ou enfermo vítima de outra doença. É válido lembrar que muitas vezes o cidadão foi parar lá por descaso do próprio estado (buraco na pista, falta de instalação de semáforo, falta de saneamento básico), no entanto, caso precise de um leito poderá morrer a espera, pois os existentes só podem atender a uma finalidade; a diminuição de mortos pelo covid-19.


Assim, se não for por covid-19 é melhor rezar, orar, pedir a Deus que de maneira nenhuma precise de um leito de UTI, caso precise terá que lidar com a concorrência desleal.


Afinal, o que estão priorizando? As vítimas do vírus ou a vida?



26 visualizações0 comentário