top of page

Prefeito e Vice são cassados: "Operação Dubai" motivou Câmara municipal em Formoso do Araguaia

Imagem: Prefeito e vice de Formoso do Araguaia


Em uma decisão histórica, a Câmara de Vereadores de Formoso do Araguaia, no sudoeste do estado, votou pela cassação dos mandatos do prefeito Heno Rodrigues da Silva (PTB) e do vice-prefeito Israel Borges Nunes (Republicanos). Ambos foram considerados culpados por infrações político-administrativas e crimes de responsabilidade relacionados a um contrato de transporte escolar.


A sessão extraordinária, realizada na noite de segunda-feira (6), culminou em uma votação contundente de 10 x 1 a favor da cassação dos dois políticos. Enquanto isso, o presidente da Câmara de Vereadores, Felipe Souza Oliveira (PRTB), assumiu a prefeitura da cidade.


O pedido de impeachment foi desencadeado pelas investigações da Polícia Federal durante a operação Rota Dubai, que desvendou possíveis desvios de recursos do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar. A operação incluiu mandados de busca e apreensão na residência do prefeito e do vice em janeiro de 2024, resultando na prisão temporária de Henor Rodrigues e Israel Borges por posse ilegal de arma de fogo.


O contrato sob escrutínio, firmado em 2022 e no valor de R$ 2.203.260,64, está no centro das investigações. Além disso, a operação visa apurar se servidores públicos estavam utilizando sua influência para obter benefícios indevidos de empresários.

175 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page