"O LEITE CONDENSADO DE BOLSONARO" E O DESCRÉDITO DA VELHA MÍDIA



O impeachment de Bolsonaro para desgosto da velha mídia ainda não colou, as manifestações foram fracassadas, mesmo com movimentos e esforços do MBL e MST que uniram a mesma pauta em favor da queda do presidente da república, absolutamente não representaram a maioria dos brasileiros, a mídia na tentativa de emplacar um escândalo atrás do outro atentou na aquisição de alimentos feitas pelo executivo, uma nova forma de desgastar a imagem do presidente.


Inicialmente, é preciso destacar que as compras desses mesmos alimentos ocorrem há anos no executivo, provavelmente o edital para compras é reutilizado para uma nova aquisição desde mandatos anteriores, o que chamou a atenção em especial foram dois itens, chiclete e leite condensado, no entanto, como é de conhecimento dos brasileiros que o presidente Jair Messias Bolsonaro gosta de pão com leite condensado, este item era a oportunidade perfeita para ligar o presidente diretamente a compra de 15 milhões voltados para este item.


Leite condensado


Importa ressaltar que, dos R$ 15.000.000,00 (quinze milhões de reais), mais de R$ 14.000.000,00 (quatorze milhões de reais), foram gastos do ministério da defesa para um efetivo de 350 mil homens, outra parte do orçamento foi gasto pelo ministério da Educação no valor de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais), também foram gastos R$ 327.000,00 (trezentos e vinte e sete mil reais) pelo ministério da justiça e por fim R$ 61.000,00 (sessenta e um mil reais) pelo ministério da saúde.


O laticínio é substituído pelo leite em muitos casos, pois é inviável o transporte deste sem que se torne inutilizável, no entanto, vários canais de mídia afirmaram que o presidente havia comprado o produto sozinho, alguns destes sites se viram obrigados a retratar as fake news divulgadas.


Chiclete


Uma parte do orçamento também foi gasta pelo ministério da defesa, com a finalidade de ajudar na higiene bucal das tropas quando a escovação torna-se menos acessível, outro motivo seria para diminuir a pressão dos ouvidos ocorridas nas aeronaves militares que têm uma pressão maior que aeronaves convencionais.


Outra parte do recurso foi utilizada pelo ministério da saúde, com o objetivo de ajudar a reduzir aspectos da dependência da nicotina, substância presente em cigarros. Por meio dessa redução de sintomas da dependência, a goma de mascar colabora de maneira gradativa com o paciente que deseja abandonar o hábito de fumar.


Manipulação da mídia


Observa-se que, na mesma aquisição foram gasto quase R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais) com leite de coco, no entanto, o produto não é tão banalizado quanto os chicletes, bem como, não seria possível fazer uma ligação direta com o presidente da república, tendo em vista que, conforme mencionado é pública a informação do excêntrico gosto de comer pão francês com leite condensado, inclusive a propaganda estava pronta com fotos e vídeos do presidente consumindo os alimentos.


Como de praxe, logo se iniciou as manifestações nas redes sociais feitas pelos donos da verdade que não percebem que são manipulados por não buscar informações, ou sequer ler as matérias publicadas, final pra essa turma o importante é lacrar e criticar o governo federal independente do posicionamento.


Declarações do presidente


Revoltado com os frequentes ataques, Bolsonaro se excede desferindo xingamentos a imprensa afirmando que o leite condensado é para enfiar no "rabo" da imprensa. As falhas frequentes de comunicação do governo federal para com a imprensa não acrescentam para a imagem do governo e muito menos esclarecem a dúvida da população, apesar de alguns meios de comunicação repassarem a informação de forma inescrupulosa e irresponsável, a população merece explicações claras e objetivas sobre os gastos públicos.


Por exemplo, é necessário explicar porque os gastos estão acima 20% acima da inflação, informação ainda não esclarecida, outro ponto é que durante o escândalo houve uma queda no site que constava o portal da transparência, apesar da justificativa dos milhares de acessos, tal problema deve ser resolvido, assim como é revoltante a queda do site do TSE em plena eleição, o portal da transparência deve suportar acessos para que a população tome inteiro conhecimento dos gastos públicos.


Velha mídia em descrédito


Por fim, é necessário que todas as informações sejam filtradas e divulgadas com responsabilidade, o cidadão brasileiro está refém de fake news publicadas constantemente. É notório que alguns veículos de comunicação abandonaram a finalidade de informar e passaram a protagonizar fofocas e campanhas irresponsáveis, manipuladas, pendendo em descrédito perante a população, em alguns casos não há se quer declaração da parte contrária adotando apenas as histórias que lhes convém.

180 visualizações0 comentário