LIBERDADE PARA OS CRIMINOSOS E PRISÃO PARA OS INOCENTES!


A Justiça autorizou a saída temporária de mais de 33 mil presos do Estado de São Paulo a partir da última terça-feira (22) até 5 de janeiro de 2021. A medida vale apenas para quem cumpre regime semiaberto. Caso compare esse número de população penitenciária com a população do estado do Tocantins equivale a uma cidade mediana inteira, tendo em vista que no Tocantins a maior cidade, Palmas – TO tem menos de 300 mil habitantes.


Em um país como o Brasil não é fácil para que o brasileiro durma tranquilo e tenha paz durante uma semana inteira (veja só hoje é véspera de natal e repare no título deste texto), ou seja, todos os dias os brasileiros são bombardeados por decisões autoritárias, injustas e decretos absurdos. Com um ano conturbado como este não poderia ser diferente, fechará com a chave de ouro da impunidade absurda.


Absurdamente a hipocrisia reina neste país, quem não conhece o caso de Suzane Von Richthofen, que mandou matar os próprios pais e teve direito a "saidinha" no dia das mães, aqui não estou expondo nenhuma questão jurídica de direito, mas aonde está a manifestação da justiça? Qual a finalidade que um benefício a uma criminosa como está tem no dia das mães a qual não demonstrou nenhum respeito com a família e é necessário dizer mais, saidinha de natal? Hora caros leitores, o natal é a data para comemorarmos em família, se a condenada quer comemorar em família, esta que não deu nenhum valor, que faça após cumprir a sua pena perante a sociedade.


Não é incomum que estes presos sejam pegos em crimes durante essas vergonhosas saidinhas, ou seja, o cidadão ainda fica exposto a este tipo de criminoso em tempos de festividade familiar, além disso os criminosos aumentam as chances de fugas, cometem novos crimes e quem quiser que tranque suas casas.


Falando em trancamento, é fato que a cada dia os condenados estão mais impunes e os cidadãos ficam ainda mais presos dentro de suas casas com muros enormes e esquemas de segurança, a questão é que, em uma situação como esta deixa explícito as coisas como elas são.


A sensação de impunidade cresce deixando o cidadão mais descrente com a justiça.Toda essa inversão de valores é depressiva para o brasileiro médio e correto que trabalha excessivamente e é sugado financeiramente por impostos, para no fim ter esse tipo de retorno, exposto a decisões autoritárias de autoridades eleitas ou não.


Veja só o que ocorre nesse tipo de situação: por um lado o executivo determinando o trancamento do cidadão e pelo outro a justiça determinando a soltura dos criminosos, tempos ruins.

92 visualizações0 comentário