top of page

Eleições 2024: Popularidade de Wanderlei Não Alavanca Aliados - Seu Apoio Faz Diferença?


Pesquisas Apontam Derrota de Aliados de Wanderlei nas Maiores Cidades do Estado e Geram Dúvidas Sobre Avaliação que o Colocam como Segundo Melhor Governador do País


Da Redação


Um levantamento divulgado na última quarta-feira, 26, pelo Jornal Opção, baseado em pesquisas de intenções de votos nas principais cidades do Tocantins, não só apresenta números, mas também levanta questões importantes. Segundo a reportagem, o governador Wanderlei Barbosa (Republicanos), elogiado por parte da imprensa estadual que divulga dados do Instituto de Pesquisas em Reputação e Imagem (IPRI) e da Empresa FSB, que o classificam como o segundo melhor gestor estadual do país, não está conseguindo transferir esse capital político aos seus aliados, pelo menos no momento.


A avaliação positiva do governador, frequentemente destacada na imprensa, ocorre mesmo em datas que coincidem com denúncias e investigações policiais contra a gestão. As manchetes continuam a ressaltar que o governador possui 62% de aprovação, ficando atrás apenas do governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), com 67%.


De acordo com a análise do Jornal Opção, que considerou cidades onde pesquisas eleitorais legalmente registradas foram divulgadas, os pré-candidatos aliados do governador enfrentariam derrota nas principais cidades do estado, exceto em Palmas, onde Barbosa permanece indeciso. A discrepância entre a avaliação do IPRI e da FSB e a incapacidade de converter essa popularidade em votos para seus aliados levanta dúvidas sobre a validade das pesquisas. Se isso não mudar, a avaliação pode perder credibilidade.


Números Reveladores:


- Araguaína: Segundo maior município do estado e polo regional do norte, o Instituto Gauss indica que o atual prefeito, Wagner Rodrigues (UB), tem 56,6% dos votos, enquanto seu adversário mais próximo, o deputado estadual Jorge Frederico (Republicanos) – apoiado pelo governador Wanderlei Barbosa – possui apenas 26,1%.


No dia primeiro de julho foi publicada uma nova pesquisa em Araguaína onde mostra o pré- candidato Wagner na frente, no entanto, ao que tudo indica foi retirada do ar por algum motivo, deste modo não publicaremos o resultado aqui.

- Porto Nacional: A disputa está polarizada. O atual prefeito, Ronivon Maciel (UB), enfrenta o deputado federal Toinho Andrade (Republicanos), apoiado por Barbosa. A pesquisa do Instituto VOPE mostra Maciel com 35% das intenções de voto, enquanto Andrade tem 31%.

- Paraíso do Tocantins: A cidade apresenta uma disputa entre o prefeito Celso Morais (MDB) e o ex-deputado federal Osires Damaso (Republicanos), apoiado por Barbosa. A pesquisa do Instituto IPEX aponta Morais à frente com 53% contra 34% de Damaso. Morais também tem a menor rejeição, com apenas 16%.


Possíveis Aliados:


- Miracema do Tocantins: Pesquisa do Instituto Polling Data mostra a prefeita Camila Fernandes (Republicanos) com 44% das intenções de votos, enquanto o deputado estadual Ivory de Lira (PCdoB) tem 38%. O governador ainda não declarou apoio, mas ambos são próximos ao Palácio Araguaia.


- Gurupi: A disputa envolve a prefeita Josi Nunes (UB), o deputado estadual Eduardo Fortes (PSD) e o empresário Cristiano Pisoni (PSDB). Fortes lidera com 40,33%, seguido por Nunes com 30,83%, conforme pesquisa do Instituto ABR. O apoio do governador pode ser decisivo.


E Palmas?



Na capital, Palmas, o governador Wanderlei Barbosa ainda não oficializou seu apoio, embora muitos de seus parentes já estejam alinhados com Janad Valcari (PL), a favorita nas pesquisas recentes. Wanderlei tem dado sinais de apoio, mas ainda não fez uma declaração formal.


Considerando o histórico das outras cidades, surge a dúvida: o apoio de Wanderlei será um trunfo ou um peso para a campanha de Janad? Se sua popularidade não agregar nem atrapalhar, ele evita o desastre de ver um governador popular ser derrotado nas maiores cidades. Porém, se sua benção se transformar em uma maldição, o apoio pode diminuir o entusiasmo por Janad, que até agora tem voado alto sem a ajuda direta de Wanderlei.


A análise dessas pesquisas sugere que a popularidade de Wanderlei Barbosa não está se traduzindo automaticamente em votos para seus aliados, levantando dúvidas sobre a efetividade de seu apoio e a validade das pesquisas que o colocam como um dos melhores governadores do país.

872 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page