CARLOS GAGUIM E TIAGO DIMAS DE SAÍDA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS?




A campanha política ainda não começou, no entanto, os pré-candidatos estão construindo bases nos bastidores da política, mas o que se percebe neste ano especificamente diferente de outras campanhas é uma indefinição política a citar como exemplo dois deputados federais, Tiago Dimas (Podemos), filho do ex-prefeito de Araguaína-TO Ronaldo Dimas (PL) e Carlinhos Henrique Gaguim (UB) o ex-governador do Tocantins, quanto aos atuais mandatários é oportuno relatar a situação de cada um deles e suas dificuldades em manter as atuais posições.



Tiago Dimas(Podemos) Dimas Jr.


O Deputado Federal Tiago Dimas em 2018, quando seu pai Ronaldo Dimas tinha uma boa avaliação na prefeitura e com uma boa chapa não teve dificuldades nenhuma em eleger-se deputado federal, entretanto, a sua legenda (o partido Podemos) sofreu uma grande demandada para o PL partido de Dimas, o que pode enfraquecer a legenda e resultar na frustração do Podemos em conquistar uma cadeira na câmara, além disso, o depuatdo apareceu no último dia 19 de maio a tribuna para defender, Ronaldo Dimas que está sendo investigado pela polícia federal o que acarretará em um desgaste político, a investigação tem por objeto um esquema no transporte público referente a época em que o pai do deputado estava a frente da prefeitura de Araguaína. Ainda no discurso na tribuna em defesa do pai, Thiago Dimas fala de uma tradição política que enraizou-se no poder e critica medalhões político ocorre que, este discurso pode não convencer, tendo em vista que o deputado faz parte do grupo de políticos tradicionais tocantinenses que fazem sucessores.


Tomando por base os fatos trazidos, a chance da sigla fazer um deputado é baixa e com o desgaste político do ex-prefeito de Araguaína-TO provavelmente Thiago Dimas não repetirá o mesmo feito de 2018.




Carlos Henrique Gaguim (UB)


O deputado Carlos Henrique Gaguim (UB) acumulou em sua carreira diversos escândalos políticos e morais, episódios que desgastam a sua figura pública, além disso, é fato que o Deputado possui diversas condenações e é um dos medalhões políticos do estado que sempre vem ocupando cargo na Câmara dos Deputados, mas neste ano situação pode mudar, de acordo com uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Tocantins, Gaguim foi condenado em primeira instância pela 1ª Vara da Fazenda e Registros Públicos de Palmas e as punições foram mantidas pela 3ª Turma da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, ou seja, o status de Gaguim atualmente é inelegível.


É fato que o Deputado federal tem uma base eleitoral sólida estando sempre com mandato político desde que deixou o Palácio Araguaia.


Não obstante, entre as diversas condenações judiciais que Gaguim vem acumulando, esta última citada ocorrida em 2020, pode findar sua carreira política, a justiça condenou o deputado e outros 4 réus a devolver 4,4 milhões aos cofres públicos e o condenou a 8 anos de inelegibilidade, ou seja, apesar de estar fazendo política e buscando apoios e ainda que Gaguim logre êxito em uma liminar a seu favor na justiça o tornando elegível, poderá perder o mandato, fato que enfraquece a sua base de apoiadores já na fase de sua pré-candidatura.


É notório o enfraquecimento dos atuais mandatários em permanecerem em suas posições e bem provável que a Câmara dos deputados abra mais duas vagas para deputados federais do Tocantins.





694 visualizações0 comentário