top of page

Acusados de Torturar, Matar e Abandonar Corpo em Mala São Condenados a Penas de até 25 Anos de Reclusão

Na quarta-feira, 24, três réus foram condenados a penas que variam de 22 a 25 anos de reclusão pelo Tribunal do Júri de Araguaína. O crime, ocorrido em 2022, envolveu a morte de um homem por disputa entre facções criminosas rivais. As acusações, sustentadas pelo promotor de Justiça Daniel José de Oliveira Almeida, incluem homicídio qualificado, emprego de tortura, ocultação de cadáver e furto qualificado.


Durante o julgamento, o Conselho de Sentença aceitou as teses de acusação do Ministério Público do Tocantins (MPTO), resultando no aumento das penas. O crime brutal ocorreu no setor Araguaína Sul II, onde a vítima, Higo Pereira Gomes, foi submetida a tortura, estrangulamento, asfixia, e agressões com faca, resultando em seu óbito. Seu corpo foi posteriormente colocado em uma mala e abandonado em uma rua da cidade.


Os réus condenados são Weverton Oliveira Gouveia, Pablo Oliveira de Sousa e Karla Almeida Milhomem, com penas de 25 anos e 11 meses, 23 anos e 9 meses, e 22 anos, 8 meses e 7 dias de reclusão, respectivamente. Um quarto denunciado pelo homicídio, Absahi Oliveira Madeira, está foragido.


O julgamento reforça o compromisso com a justiça e o combate à criminalidade por parte das autoridades judiciárias e do Ministério Público, buscando garantir a segurança e a proteção da sociedade.

35 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page