TRÊS POSIÇÕES DO BRASIL CONTRÁRIAS A GUERRA E A MÍDIA CANHOTA E ATIVISTA!



Inicialmente é válido ressaltar que historicamente o Brasil não envolve-se em conflitos internacionais, principalmente por não ter poder bélico para fazer frente as grandes potências mundiais, como por exemplo a Rússia, outro ponto é o fato de ser um país em desenvolvimento, ou seja, também não tem poder econômico para confrontar potências mundiais.


De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, no caso da Rússia o Brasil possui uma dependência dos seus fertilizantes e, em caso de sanções, o agronegócio seria seriamente afetado o que poderia gerar insegurança alimentar e inflação de alimentos. Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/


A mídia ativista, canhota, trata logo de colocar a culpa no presidente Jair Messias Bolsonaro por qualquer desastre que ocorra, independente do seu posicionamento e dessa vez não foi diferente os ativistas da velha mídia vendem por ai a ideia que o Brasil seria até mesmo pró-Rússia, narrativa que demonstra-se bem diferente da realidade.


Logo abaixo vamos listar as atitudes do Brasil neste período de guerra:


1- Visto humanitário para facilitar entrada de ucranianos no Brasil;


2- Força-tarefa, enviará destacamento a Lviv, na Ucrânia, onde será montado escritório de apoio aos brasileiros que estão tentando deixar o país;


3- O Brasil assinou resolução da ONU contra a invasão russa, enquanto a China não se posicionou;


Neste último ponto é válido lembrar que o Brasil poderia ter adotado a postura da China e de outros 35 países, uma posição de neutralidade, no entanto, mostra para o mundo de qual lado da moeda está, logo extremistas e hipnotizados pela velha mídia estão sedentos para arranjar um jeito de colocar a guerra na conta de Bolsonaro.



Texto por:

Wasthen Menezes

Fundador do Opinativo Político

Bacharel em Direito

Jurista

Empreendedor

84 visualizações2 comentários